DHMed

Diferenças entre anestesia, analgesia e sedação

Anestesia, analgesia e sedação

O que é a anestesia?

A anestesia é o estado de percepção da ausência da dor durante um procedimento cirúrgico, um exame, diagnóstico ou curativo. A anestesia pode ser geral, isto é, para o corpo todo, ou parcial, também chamada regional, quando apenas uma região do corpo é anestesiada. Este procedimento faz uso de drogas anestésicas no paciente que agem para que o cérebro não reaja à dor durante o procedimento.

Existem três tipos diferentes de anestesias:

  • Anestesia Geral: Perda reversível e controlada da consciência, algumas funções fisiológicas essenciais, como a respiração, são interrompidas  e precisam ser mantidas de forma artificial. O paciente recebe também drogas para paralisar os movimentos dos músculos.
  • Anestesia regional: O procedimento de anestesia regional funciona de maneira que as drogas são aplicadas para que uma determinada região do corpo seja incapaz de sentir dor, sem que a consciência seja suprimida.
  • Anestesia local: Neste procedimento apenas uma pequena área focal é medicada para que o paciente não sinta dor. Normalmente este procedimento é utilizado para pequenas cirurgias, como por exemplo, pequenas suturas.

O que é a analgesia?

A analgesia é definida como o alívio da dor sem afetar o nível de consciência do paciente. As drogas administradas para tal efeito são chamados de analgésicos.

Existem três tipos diferentes de analgesia:

  • Periférica: Este método age no controle de informações dolorosas no sistema nervoso com o objetivo de controlar as informações antes delas chegarem ao córtex cerebral.
  • Central: Neste procedimento, as ações são direcionadas para as áreas mais superiores do sistema nervoso tendo como objetivo o mesmo, reduzir a percepção da dor.
  • Descendente: Neste método são projetadas as áreas do sistema nervoso central para baixo para regular e bloquear os níveis das informações dolorosas periféricas no cérebro.  

O que é a sedação?

A sedação é o controle da consciência, que torna o paciente menos consciente sobre o ambiente e sobre si. Neste estado os pacientes podem estar sonolentos mas não inconscientes, também não sentirão dor e a resposta aos estímulos externos é limitada. Os medicamentos sedativos são popularmente conhecidos como sedativos. 

Existem três tipos diferentes de sedação:

  • Sedação mínima: Este método é usado para aliviar a ansiedade do paciente, possuindo nenhum ou pouco efeito em relação à consciência do paciente. 
  • Sedação moderada: Age deprimindo um pouco da consciência e deixa o paciente capaz de responder aos estímulos externos.  
  • Sedação profunda: Na sedação profunda o paciente responde apenas aos estímulos dolorosos fortes  ou consecutivos.

Qual é a importância do controle dos medicamentos durante o procedimento cirúrgico?

O uso das drogas durante o procedimento cirúrgico são administradas com base na particularidade e necessidade de cada paciente, desta forma, para que o procedimento funcione de forma segura é necessário o acompanhamento dos parâmetros fisiológicos. Atualmente existem tecnologias que possibilitam aos médicos o monitoramento da consciência e da percepção de dor do paciente. 

ANI: O Índice de Analgesia e Nocicepção (ANI) é uma tecnologia inovadora que fornece uma medida contínua e não invasiva do nível de conforto do paciente. O ANI mede o Sistema Nervoso Autônomo e possibilita o controle do estresse cirúrgico melhorando os resultados. A MDoloris Medical Systems é pioneira em ajudar os médicos a melhorar o gerenciamento da analgesia, evitando os efeitos colaterais de dosagens excessivas/insuficientes de drogas.

SEDLine: O SEDLine é uma tecnologia inovadora e completa para o monitoramento do nível de consciência de pacientes anestesiados. O SEDLine ajuda médicos a monitorar o estado do cérebro sob anestesia, possibilitando então a administração de drogas anestésicas. 

A DHMed fornece soluções altamente tecnológicas para um procedimento cirúrgico seguro. Fale com a nossa equipe, estamos sempre dispostos a ajudar!

Clique aqui e solicite informações

Compartilhe em suas redes sociais!​